quinta-feira, 11 de junho de 2009

Status Quo

Acho que no verão a gente não precisa um do outro, e deve ser por isso que só agora me dei conta de como parecem solitários aqueles dois grampos no varal. Se esse vento conseguisse com que um delizasse pra mais perto do outro, ou que cada um deslizasse sua parte, pra que pelo menos fossem sozinhos juntos, se assim persistissem suas naturezas, juro que não peço mais nada.
Faz frio e eles já estão velhos.

Ando com a séria suspeita de que eu seja feliz. O vendaval lá fora vira as coisas de cabeça pra baixo, leva para onde quer o que se deixa levar, e eu não poderia estar mais satisfeita em estar dentro e parada. Ficar parado é bom também, a gente não se perde por aí.

Sabem a respeito de quê também estou plena? A respeito da quantidade de feriados que temos em um ano. Acho que nem de mais, nem de menos. Para mim está okay. Hoje, por exemplo, é feriado, e não me atormento com isso, assim como também não me atormenta a constatação de que os outros seis dias da semana não foram/serão feriados. Mas e não era isso que eu dizia? Nesse momento da vida não preciso dar uma desbaratinada.


Uou uou iei iei, sem você não viverei.
Enquanto isso anoitece.


Tenham vocês a noite das suas vidas. Percam o juízo, as calças, desbaratinem se for o caso.

7 comentários:

Renan Barreto disse...

Eu também suspeito que sou feliz. Demorei pra perceber isso, mas acabei descobrindo. Você sabia, que o final do seu texto me deu vontade de pular e cantar uma música qualquer que seja alegre? Eu adorei. rsrs Me senti feliz, mas acho que preciso de "uma" outra pregador pra poder sentir o vento enquanto balaçamos no varal.

No final... é tudo igual. A gente ri, a gente chora, a gente diz que tá de saco cheio mesmo sendo feriado. rsrs

Bjo e desculpa por ter demorado.

O lado quente do ser disse...

feriados bons

Kholdan disse...

Adoro os feriados, mesmo aqueles que acabo não perdendo o juízo...
E também faço parte do time: Me acho feliz.

JuANiTo disse...

Até então estava tão feliz por passar mais um dia dos namorados solteirão...
uaehueaeeeueauaeeea
Mas blz nesse vendaval de pessoas, não é legal se pregar ao léo...
E portanto está sozinho consigo mesmo acaba sendo a melhor opção.
Claro que varia de pessoas a pessoas...

P.S: O Dia é dos namorados e a noite é dos Solteiros.

Beijos

Jaime Guimarães (Groo Veiga) disse...

Ah, mas ficar parado é tão bom...ficar parado olhando pro nada, imaginando sei lá o que, sem compromisso nenhum...

Uou uou iei iei, sem você não viverei!

Yes! Se eu pensar direito (mas estou parado em fazer nada!) acho que sim, posso considerar que sou feliz!

Uou uou iei iei!

bjs

Bruna disse...

Sabe de uma coisa?! Eu sempre suspeitei que você fosse feliz, Nale. Fora os motivos óbvios, como me ter como cunhada (ha!) e apesar de você aguentar o Adan (comentário de irmã malvada vale, não vale?), você sempre aparentou ser feliz. Então, ou você além de cineasta é atriz, ou você é feliz (rimou!)
E a partir de agora, vou estender as roupas (quanto lembrar de fazê-lo) com quatro ao invés de dois grampos, assim eles ficam em pares...

ligiaferraz disse...

ah nem preciso dizer que sou fã dos teus textos né?
então agora faça o favor de cumprir o combinado e atualizar pelo menos 3 vezes na semana. e já faz uma semana q a senhorinha não dá o ar da graça pelos blogs dessa vida!
un beso, chica!